A dinâmica do xamanismo Kaingang

Rogério Reus Gonçalves da Rosa

Resumo


Este trabalho analisa o complexo xamânico kaingang, uma sociedade Jê Meridional que passou por profundas transformações sociais, religiosas, ambientais no decorrer dos últimos séculos. Trata-se de uma pesquisa realizada entre os Kaingang católicos da Terra Indígena Votouro e Terra Indígena Nonoai, espaços localizados na bacia Rio Uruguai, respectivamente às margens leste e oeste do rio Passo Fundo, norte do Rio Grande do Sul, Brasil. De forma específica, na perspectiva do saber “guiado” kaingang, essa pesquisa analisa os dois sistemas ideológicos que marcam essa instituição xamânica, quais sejam: sistema kujà — ligado ao domínio “floresta virgem” e à influência dos Guarani — e sistema caboclo — ligado aos domínios “casa” e “espaço limpo” e à influência dos caboclos.

Texto completo:

PDF